quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Forno crematório produzido no Brasil chega ao mercado

Empresa catarinense garante emissões abaixo do estabelecido pelo Conama

Um novo modelo de fornos crematórios chega ao mercado brasileiro pela Jung, indústria situada em Blumenau (SC). Os aparelhos já saem de fábrica com as sondas necessárias para atender a resolução do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente).  “As emissões do forno da Jung ficam 70% abaixo do limite estabelecido pelo  Conama. Devido à tecnologia em isolamento térmico, o forno está pronto para a primeira queima em menos de dez minutos”, destaca o diretor Jonas Luchtenberg.

A Fornos Jung desenvolveu uma linha completa de fornos crematórios e acessórios periféricos, com tecnologia que garante alta eficiência energética e controle de emissões para atender à normatização vigente. O primeiro equipamento já foi instalado no Cemitério São José, em Blumenau.

O modelo da Jung foi projetado para até seis cremações por dia. A temperatura do forno chega a 1200o C. A interface com o operador é touch screen, de fácil operação, e permite armazenar dados de todas as queimas e acesso remoto ao processo. Os queimadores podem operar com gás natural ou GLP e possuem cavalete completo para atender às normas técnicas.

O forno crematório possui chaminé para exaustão e mesa de alimentação automática para facilitar o carregamento. O isolamento térmico é construído em módulos que permitem rápida manutenção. Para atender à legislação ambiental que limita as emissões geradas pelos fornos crematórios, o aparelho vem equipado com sistema exclusivo de controle do processo através do monitoramento e registro de CO e O2, nos gases de combustão e de pressão na câmara de combustão primária. 


sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Aulas de cerâmica ajudam a combater o estresse

Assista, abaixo, reportagem que fala dos benefícios das aulas de cerâmica no combate ao estresse.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Jung cria catálogo de Forno Carro

A Fornos Jung acaba de lançar um novo catálogo de Forno Carro. O material já está disponível no site da indústria. Confira o catálogo, clicando nas imagens abaixo.


terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Dicionário do Artista – Da letra E à L

Hoje, você vai conhecer os sinônimos de palavras do Dicionário do Artista que iniciam com as letras E, F, G, H, I, J e L. Para visualizar todo o dicionário, basta acompanhar os próximos posts aqui no blog ou acessar o site da Jung.

Letra E

Encolhimento. Dá-se no processo da evaporação da água contida na argila ou massa. Também ocorre na queima de biscoito, um percentual menor, em materiais orgânicos existentes na composição da massa. O encolhimento varia de acordo com os componentes minerais existentes no material. Quanto mais plástica for a massa ou argila, maior vai ser o encolhimento.

Engobe. É uma argila bastante líquida. Ela é usada para decorar as peças já cozidas e pode-se colocar corante na mesma. Tem uma aparência de água de barro.

Esmalte. As composições dos esmaltes (vidrados) são inúmeras e suas formulações dependem das características do corpo cerâmico. Contém os seguintes elementos básicos: vitrificantes, fundentes, estabilizantes, colorantes e opacificantes. A sílica (quartzo) é o principal material vitrificante.

Esmalte de Alta. Ocorre quando a temperatura excede 1201°C.

Esmalte de Baixa. A fusão ocorre quando a temperatura eleva-se até 1000°C.

Esmalte de Média. A fusão ocorre quando a temperatura eleva-se até 1201°C.

Esmalte Saturado. Material híbrido usado em decoração, entre vidrado e colorante aplicado superposto com outro esmalte.

Esmalte de Relevo. Usado em decoração. Material híbrido entre esmalte e engobe. Forma texturas bem desenhadas.

Letra F

Faiança. É uma massa de baixa temperatura, de cor clara, é porosa, pouco densa, frágil. Usa-se na forma de Barbotina para a confecção de peças em moldes de gesso.

Fibra de Vidro. Material misturado à argila para aumentar a plasticidade e resistência na secagem. Ideal para o uso em peças com formas complexas. Queimada em alta temperatura, funde-se à massa.

Fragmentação. Ocorre no fim da queima quando o esmalte não adere. Soltam-se fragmentos das paredes da peça.

Fundente. O óxido de chumbo e os demais óxidos fundentes são associados com outros da mesma natureza. Cada fundente atua numa determinada faixa de temperatura. Principais fundentes: óxido de sódio, de chumbo, de potássio, de lítio, de cálcio, de zinco, de magnésio, de bário, de boro, de bismuto e de estrôncio.

Letra G

Goma Arábica. Produto vegetal usado como agente aglutinante na aplicação de pigmentos sobre peças já esmaltadas e queimadas. Mistura-se também em esmaltes que soltam pó antes de levar as peças ao forno.

Letra I

Incisão. É a técnica que consiste em escavar ou abrir uma fenda em uma superfície de argila.

Letra J

Jazidas. Lugar onde são extraídas as argilas/barros.

Letra L

Lustre. Tipo de decoração que consiste da aplicação de uma película na superfície da peça, contendo sais metálicos, os quais dão efeitos de ouro, prata e cobre. Queima de baixa temperatura.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Conheça os produtos e novidades no site da Jung

A Fornos Jung completou 30 anos em 2010 e, para comemorar, lançou um novo site, com layout e informações novos. Lá, você encontra notícias da empresa, as diferentes linhas de produtos, a história, além de dados sobre a participação em eventos e feiras. Acesse! http://www.jung.com.br/

Ao mesmo tempo, a Fornos Jung fortalece a presença nas redes sociais com a criação deste blog – Jung e Arte. A ideia é publicar materiais voltados para artistas plásticos e para os interessados na linha artística da Jung. A empresa também tem perfis no Orkut, Facebook, Flickr e Twitter. Não perca tempo e participe de nossas redes!