Fornos Jung


A história da Jung começou em meados de 1980, quando o forno de tijolos refratários da esposa do fundador Eldon Egon Jung precisou ser transportado. Fabricado nos moldes da época, o equipamento uma vez usado, não poderia mais ser movido. Com o objetivo de conseguir um forno mais leve para o transporte Eldon pesquisou materiais inovadores que poderiam substituir os tijolos refratários como isolamento térmico. Encontrou então, a fibra cerâmica, que além de leve, permitiu que o forno fosse também mais rápido no aquecimento e resfriamento e consumindo menos energia.
A inovação no isolamento térmico foi inicialmente utilizada apenas em fornos para cerâmica e porcelana. Com a expansão do setor de engenharia na empresa foram agregados conceitos ao projeto que permitiram a criação de novas linhas de produtos, como a laboratorial e industrial, de maior robustez e complexidade.
Atualmente todos os equipamentos são concebidos pelo setor de engenharia, que conta com uma equipe multiprofissional e recursos de ponta para elaboração de projetos detalhados. Considera-se em cada equipamento a melhor tecnologia disponível para garantir eficiência de processo, térmica e energética.A Linha Industrial é o principal viés de crescimento da empresa, tanto nos investimentos em tecnologia e qualidade; como no mercado que apresenta um aumento considerável no número de unidades produzidas. Esta linha conta hoje com o que há de mais moderno no segmento de fornos e estufas, com destaque aos equipamentos de operação contínua, possibilitando qualquer grau de automação, ferramentas para aumento da produtividade, baixo consumo de energia e variados sistemas de movimentação da carga.

http://www.jung.com.br/2010/home/historia


A Empresa

Nenhum comentário:

Postar um comentário